Sobre mim

Médico especializado em Oncologia Clínica, com formação no Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Trabalha em Londrina-PR, em diversos hospitais da região e também em consultório particular. Adora o que faz e não se imagina fazendo outra especialidade. Telefone da clinica:(43)- 33562550

Comentários
  1. PEDRO GORDAN diz:

    Bruno, como diz o Lúcio : “oncologia é tão bom que eu faria até de graça… ”
    Outra coisa : sua formação final foi no HC de Porto Alegre , lá você foi polido e especializado , mas sua formação foi na Doris , no Ivan e no HUzão !
    Boa sorte no BLOG e na vida
    Pedro Gordan ( sócio na formação )

  2. MD diz:

    Dor e seu tratamento na onco ainda é um campo que estou iniciando, além dos sintomas psiquiátricos que podem surgir com os antineoplásicos.Não sei como entrar em contato contigo.Te adicionei no meu twitter.Teu blog é promissor, continue escrevendo.

    Abs!

  3. Bruno Melo Fernandes diz:

    Olá Bruno…

    Meu nome também é Bruno e sou de João Pessoa. Me formei em Medicina há 1 mês, e este ano prestarei prova para Residência Médica. Penso em fazer Oncologia, mas tenho muitas dúvidas acerca do modo de atuação do Ocologista Clínico. É possível manter um bom consultório? Digo: Há demanda de pacientes em busca do oncologista fora do hospital?? Além disso, os tratamentos quimioterápicos são considerados como procedimentos ou são receitas??
    Desculpe se eu estou sendo muito ignorante mas na verdade, gostaria de saber se é possível trabalhar como oncologista sem depender tanto de uma estrutura hospitalar complexa. Gosto muito de oncologia mas tenho dúvidas acerca dos honorários e das possibilidades.

    Agradeço desde já a atenção por ler o meu texto, e espero que você possa responder algumas de minhas dúvidas.
    Abraço

    • oi bruno!

      aqui vai:
      1- é possivel manter consultorio sim. obviamente isso vai variar muito de cidade para cidade respeitando oferta e demanda. Eu particularmente me liguei a um grupo ja existente na minha cidade e com o tempo tenho feito meu proprio nome.
      2 – a nao ser que dependa de realizar as quimioterapias em hospital, o oncologista clinico privado depende muito pouco dessa estrutura, internando os pacientes apenas devido a intercorrencias ou por raros tratamentos que demandam internação. Por outro lado, pelo SUS voce irá atender e prescrever a quimio dentro de um serviço cadastrado, quase 100% das vezes um hospital
      3- quimioterapia é considerado procedimento, nunca receita
      4- as possibilidades sao muitas, principalmente porque temos uma população envelhecendo e que invariavelmente sofre de doenças crônicas, dentre elas o câncer. A especialidade vem crescendo em popularidade entre os estudantes, mas ainda sao muitos os lugares procurando por profissionais

      espero ter ajudado, abs

      • Bruno diz:

        Ajudou muito!! Já estava meio que decidido a fazer oncologia: só queria saber mais sobre como seria possível exercer minha profissão no futuro… Acredito que a demanda por profissionais ainda seja grande; são poucos estudantes que gostam de oncologia: e são 5 anos de residência.
        Obrigado pela atenção. Vou continuar acompanhando o blog, e possivelmente terei mais dúvidas para perguntar no futuro…
        Abraços

    • Julia diz:

      Eu sei e entendo plenamente que existem honorários para salvar vidas mas dói saber que quem paga mais tem mais chances de ser bem tratado.

      • oi julia

        na verdade, o honorário é o de menos. Sempre existirao medicos que cobram mais e outros que cobram menos, como funciona em qualquer profissao. Em oncologia o que muda é o acesso a medicamentos, esses sim muitas vezes negados a quem nao tem plano de saúde, por ex.

  4. Tatiele diz:

    Oi Bruno, estou no terceiro ano e quero muito ser oncologista. como voce decidiu ser um e quais conselhos voce poderia dar para alguem que deseja exercer essa profissao?

    • Oi tatiele! Decidi durante a residencia em clínica médica. Meu conselho? fazer estágio na onco, mesmo se não for curricular na sua grade. É importante demais, não no sentido acadêmico (a parte de quimio é muito especifica e pouco aplicável no curso em geral), mas sim para que você sinta o “peso” de estar em contato diário e constante com uma doença muito carregada emocionalmente. Existem pessoas que conseguem conviver com isso muito bem, outras não. Torna-se importante que descubras que tipo de pessoa voce é

      abraços!

  5. Maria Eliane de S. Bezerra diz:

    Sou paciente deste profissional tão jovem e ao mesmo tempo tão competente.
    Iniciei meu tratamento já fazem três anos, e meu primeiro contato com o Dr. Bruno foi em consultório particular e posteriormente no HCL, o que me causou imenso respeito e admiração até os dias de hoje, pois fui atendida desde a primeira vez com muito profissionalismo, respeito e carinho até os dias de hoje. O que me faz sentir orgulho em tê-lo como meu médico e acima de tudo como alguém que considero um pouco meu super-herói.
    Dr. Bruno que vc continue um instrumento de Deus ajudando a resgatar tantas vidas.

    Obrigada e sucesso!!

  6. Seu blogue me ajudou . Obrigada pela brilhante ideia.

  7. Dr Bruno, parabéns pelo blog. Sou professora de Filosofia e minha especialização é na área de Bioética, mais precisamente estou pesquisando e escrevendo sobre bioética e oncologia. Bioética porque sou apaixonada pelo tema e escolhi como foco a oncologia, porque há 2 anos meu pai faleceu de câncer, então a experiência com a doença acabou alimentando esse interesse que me fez unir as duas vertentes (que são indissociáveis, diga-se). Ao pesquisar alguns materiais na internet, vi o seu blog e resolvi “dar uma olhada” e me surpreendi com a maneira simples e acessível que você escreve, temas que para muitos são complexos. Seu blog se tornou, de certa forma, uma fonte de inspiração para meus estudos. Espero que você volte a postar seus textos, porque eles são muito bons.

  8. Olá Dr. gostaríamos de conversar sobre o sr escrever no site http://doutissima.com.br/
    Por favor, envie-nos um email doutissimabrasil@gmail.com.

    Agradecemos!

  9. Maria Iris diz:

    Prezado Dr. Bruno,
    Sou Psico-Oncologista, mineira, trabalhando com psicoterapia de grupos de orientação psicanalítica, na cidade de Belo Horizonte.
    Lancei um livro em maio passado e gostaria de divulgá-lo em meios de oncologia.
    O livro é um romance entre uma jovem paciente oncológica e um voluntário que se veste de palhaço para alegrar os
    paciente que ficam hospedados numa casa de apoio a paciente e familiares provindos do interior, que não podem pagar os custos de estadia em hotel. O romance envolve ainda vários outros personagens, como crianças e profissionais que lidam na oncologia.
    Durante o enredo vou pincando situações e fazendo interpretações psicanalíticas, com o intuito de ajudar quem lê a lidar com sentimentos e emoções provindos de suas vidas, acentuados com a lida na doença.
    Estarei autografando na Bienal do Livro de São Paulo, no dia 23/08/14 das 14:00 ás 15:00
    Nome: “O Palhaço Colorido A Magia do amor”
    Editora: Editora Biblioteca 24 Horas
    Autora: Maria Iris Siqueira Mendes

    Desde já agradeço!

    At., Iris

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s